Cascavel, Terça-feira, 30 de novembro de 2021

Leia mais

NOVEMBRO É O MÊS DE SE PREOCUPAR COM A SAÚDE DA BOCA

Lei proposta pelo deputado Ademar Traiano (PSDB) e aprovada na Assembleia Legislativa visa a conscientização sobre a prevenção ao câncer bucal..
Postado em 16/11/2021

15 mil novos casos ao ano no Brasil. Essa é a estimativa do Instituto Nacional do Câncer para os diagnósticos de câncer de boca. Uma doença que surge silenciosa, mas que pode ser detectada com a realização de um autoexame e também por um especialista.

O câncer bucal atinge predominantemente os homens, que são responsáveis por cerca de 80% dos diagnósticos da doença. Por isso campanhas de conscientização são importantes para fazer com que as pessoas mudem seus hábitos e, com isso, a taxa de incidência da doença diminua. A estimativa da Organização Mundial da Saúde é que com essas campanhas realizadas frequentemente, até 2025, o número de casos pode diminuir em até 25% em todo o mundo.

No Paraná a Lei 19.868/2019, proposta na Assembleia Legislativa pelo deputado Ademar Traiano (PSDB), instituiu o Novembro Vermelho como mês dedicado à prevenção e ao combate ao câncer de boca. Em alusão à campanha, durante todo o mês o prédio da Assembleia Legislativa estará iluminado na cor vermelha.

“O câncer de boca é o quinto tumor mais frequente entre homens e o sétimo em mulheres. Por isso essa lei é importante, para realizar ações que visam conscientizar a população sobre a importância de um diagnóstico precoce e de um tratamento adequado ganham destaque”, disse Traiano.

Entre os objetivos, além de combater precocemente a doença, a legislação tem o caráter de enfatizar a gravidade da doença e a   necessidade de cuidados e do diagnóstico precoce; estabelecer diretrizes para o desenvolvimento de ações integradas, visando prevenir e combater o câncer de boca, envolvendo a população, órgãos públicos e empresas privadas; e detectar precocemente lesões malignas na cavidade oral e lábios e encaminhar o paciente para um tratamento adequado.

Um autoexame na frente do espelho pode ajudar nessa prevenção e na busca rápida por um profissional especializado para tratar do caso. As manchas de colorações arroxeadas, vermelhas ou brancas; feridas na boca que não se curam; e a rouquidão persistente são alguns dos principais sinais de que algo não vai bem. “Ela deve observar a coloração de sua boca, começando pelos lábios, olhando língua e mucosa, para sentir se há algo de diferente. Um nódulo, ou uma elevação, por exemplo”, alerta a especialista em Estomatologia e mestre em Radiologia Odontológica, Ana Paula Prestes Virmond Traiano. “Como algumas lesões são assintomáticas, essa observação é fundamental”, destacou.

A higiene bucal bem-feita e após cada ingestão de alimentos é uma das principais formas de prevenção. Isso significa uma higienização completa com fio dental e enxaguantes bucais, além de movimentos leves com a escova de dentes, deixando as cavidades sempre limpas. Bons hábitos alimentares também são muito importantes. A descoberta da doença em sua fase inicial tem um índice de 90% de cura.

Tratamento - O câncer da boca é um tumor maligno que afeta lábios, estruturas da boca, como gengivas, bochechas, céu da boca, língua (principalmente as bordas) e a região embaixo da língua. As campanhas foram criadas porque a maioria dos casos no Brasil tem sido diagnosticada em estágios avançados, o que implica em tratamentos mais agressivos com maior chance de sequelas.

Na grande maioria das vezes o tratamento é cirúrgico, tanto para lesões menores, com cirurgias mais simples, como para tumores maiores.