Cascavel, Terça-feira, 26 de outubro de 2021

Leia mais

Samek é Grande Oficial da Ordem de Rio Branco

Postado em 20/04/2011
A solenidade teve a presença da presidente Dilma Rousseff.
Insígnia é dada a  brasileiros que desempenham serviços de notada importância ou mérito ao País.
                        
O diretor-geral brasileiro da Itaipu, Jorge Miguel Samek, foi condecorado nesta quarta-feira (20), no Ministério das Relações Exteriores, em Brasília, com o grau de Grande Oficial no quadro suplementar da Ordem de Rio Branco. O decreto de admissão, assinado pela presidente Dilma Rousseff, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) também desta quarta-feira.
 
A entrega do diploma e das insígnias foi feita durante a cerimônia de formatura de 109 diplomatas, com a presença de Dilma Rousseff, do vice-presidente da República, Michel Temer, do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, do secretário-geral do Itamaraty, Ruy Nogueira, e do diretor do Instituto Rio Branco, Georges Lamazière.
 
Também participaram da solenidade o presidente da Câmara, Marco Maia, e vários integrantes do primeiro escalão do ministério de Dilma, entre eles, o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci.
 
Além de Samek, foram homenageados personalidades de diferentes setores da vida pública, como o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, o governador do Acre, Tião Viana (no grau Grã-Cruz), o secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame (grau de Comendador), e o diretor e roteirista paranaense Sylvio Back (grau de Oficial).
 
 A condecoração é dada a brasileiros que desempenhem serviços de notada importância ou mérito para o Brasil. “Ser reconhecido com destaque deste nível e importância nos enche de orgulho e aumenta a nossa responsabilidade para fazer cada vez mais por nossa região”, disse Samek, que fez questão de dividir a homenagem “com toda família Itaipu”.
 
“Essa condecoração é fruto de um trabalho realizado por milhares de pessoas, dos nossos parceiros e dos municípios da região, porque ninguém faz nada sozinho. E também um reconhecimento pelo nosso esforço no processo de integração com os países vizinhos”, acrescentou o diretor-geral brasileiro da Itaipu.
 
Na conversa que teve com a presidente Dilma, Samek disse que foi questionado sobre o andamento das questões relacionadas à Itaipu e também sobre os acordos em tramitação com o Paraguai. A presidente informou ainda que pretende visitar o país vizinho no próximo mês.
 
Prioridade
 
“A América do Sul seguirá sendo prioridade da política externa do meu governo. Sinalizei essa prioridade ao fazer, à Argentina, minha primeira viagem ao exterior. Não há espaços para discórdias e rivalidades que nos separaram no passado”, afirmou Dilma, no discurso de saudação aos novos diplomatas.
 
“Os países do nosso continente tornaram-se valiosos parceiros políticos e econômicos do Brasil, e nós sabemos que os destinos da América do Sul, os destinos de cada um dos países e os nossos estão indelevelmente ligados”, acrescentou a presidente.