Cascavel, Sábado, 17 de novembro de 2018

Leia mais

Doutor Florisvaldo

Fundador do PT nos anos 1980, o médico Florisvaldo Fier é o candidato do partido ao Palácio Iguaçu. Ele diz que Cida e Ratinho representam a continuidade do governo Richa
Postado em 26/08/2018

Jairo Eduardo

Aos 67 anos, o médico Florisvaldo Fier, o Dr. Rosinha, tem uma longa caminhada pelo lado esquerdo da via. Foi fundador do PT e da CUT, no início dos anos 1980.

Foi vereador em Curitiba, deputado estadual e federal. Aqui uma curiosidade: chegou a fazer 122 mil votos para a Câmara Alta, mas no pleito seguinte caiu para 69 mil sufrágios.

Explicação: o coração lhe deu um susto, foi submetido uma cirurgia, mas não retirou a candidatura. Com uma única viagem em toda a campanha, foi reeleito.

A presente entrevista foi concedida em um restaurante no centro de Cascavel, no horário do almoço, e se incorpora à intenção do Pitoco em abrir espaço para os candidatos ao Governo do Paraná.

Já foram entrevistados aqui Ratinho Junior e Osmar Dias, que acabou saindo da disputa, não sem antes dizer que não aceitava uma composição com Requião e o MDB.

“Se o Osmar não quer o Requião, eu quero”, disse Rosinha, flertando com o emedebista no período pré-convenções. O MDB acabou optando por candidatura própria e a Rosinha cabe a tarefa de defender no Paraná o legado de Lula e montar palanque para a provável dupla Haddad/Manuela ao Planalto.

Aqui, Rosinha faz um discreto mea-culpa do protagonismo do PT no Mensalão e Petrolão, mas isenta Lula e José Dirceu, e ataca seus adversários na disputa pelo Iguaçu. Acompanhe:

Como quebrar a provável polarização entre Cida e Ratinho, viabilizando eleitoralmente sua candidatura?
Tornando-me conhecido. Sou desconhecido para 85% dos eleitores. Tenho que andar mais que meus concorrentes, contar minha história de vida pública. Nas pesquisas espontâneas, que são mais fiéis, o número de eleitores já decididos é muito baixo.

O eleitor paranaense é conservador, rejeita o PT?
Creio que não. Elegemos petistas duas vezes ao Senado, Flavio Arns e a Gleisi. Com o padre Roque fizemos em 2002 quase 20% dos votos. Já fizemos 20% da bancada estadual e federal. 17% dos paranaenses ouvidos sobre preferência partidária citam o PT, isso é mais que a soma dos demais.

Em que momento o PT perdeu discurso do combate à corrupção?
Todo partido tem uma ou outra pessoa que comete erros, isso acontece no PT também.  O PT sempre teve um lado na luta de classes, então se deu muita evidência nos erros destes poucos petistas.  Se pesquisar os partidos mais corruptos do Brasil, e políticos condenados ou cassados, aparecem oito siglas na frente do PT.

Esse lado na luta de classes não fica meio confuso quando se percebe as relações do ex-presidente Lula com os “campeões nacionais” Friboi, Eike Baptista, Odebrecht? Ou você inclui o ex-presidente entre os petistas que cometeram erros?
Lula não está entre os que macularam a sigla. Ele foi eleito para ser presidente de todos os brasileiros, então tem que manter diálogo com grandes empresários também. Lula hoje é perseguido político por ser o único capaz de derrotar esses caras. Ele é inocente, acusado de algo que não cometeu.

Você mora em Curitiba. Visitou o ex-presidente na prisão?
Não, e não tentei visitar. É prioridade atender os advogados e a direção nacional. Ele também recebe lideranças religiosas, Lula é um cara muito religioso.

Qual será o papel do Lula em sua campanha?
Do Lula não peço nada. Só tenho a agradecer. Ele foi o melhor presidente, os brasileiros viviam melhor com Lula do que vivem hoje. Bolsa Família, Luz para Todos, Minha Casa Minha Vida, Agricultura Familiar...

Você sempre atuou na ala mais à esquerda do PT. E agora? Converteu-se à social-democracia também? Abandonou o socialismo?
Em uma de suas últimas entrevistas antes de partir, Antônio Candido disse: não fosse o socialismo no mundo, homens e mulheres estavam sendo chicoteados dentro das fábricas.  Se hoje as mulheres e os trabalhadores têm direitos, foi luta dos socialistas. Se existe universidade pública, foi luta dos socialistas, é uma ideologia vitoriosa.

José Dirceu também é um perseguido político?
O José Dirceu não era deputado, não tinha foro privilegiado. Por que então foi julgado pelo STF? Só este exemplo mostra a perseguição. Por que não houve o mesmo rigor com o Aécio e com o Beto Richa? Veja esse caso da filha do desembargador ocupando cargo do Richa. Por que o mensalão do PT foi julgado e o mensalão dos tucanos não foi até agora?

Em que pontos seu governo seria capaz de se distinguir da tucanada que fez ninho por oito anos no Palácio Iguaçu?
Para começar, professor e servidor não vão apanhar em praça pública. Diálogo constante com o funcionalismo. Tecnologia da informação a serviço da transparência administrativa, hoje inexistente. Participação popular, desenvolvimento formatado por vocação econômica e social de cada região.

Defina alguns de seus adversários ideológicos em uma frase. Ratinho Junior:
Se aplicar o que está prometendo, será uma desgraça para o Paraná. É o neoliberalismo entregando tudo a quem tem dinheiro.

Cida Borghetti
Outra neoliberal, ela e o Ratinho representam a continuidade do Governo Richa.

Jair Bolsonaro
Só prega o ódio, não prega o amor. É o agente da morte e da violência.