Cascavel, Quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Leia mais

Homem que construía casa com lixo está prestes a ganhar moradia

Postado em 12/04/2011
 O aposentado Ananias da Silva gravou ontem participação no programa Lar Doce Lar, da TV Globo. As imagens foram feitas no Recanto da Criança, onde dois de seus filhos moram. A história de Ananias, que recolhe materiais recicláveis para construir sua casa, foi contada na série Sua Rua, há um ano

A comovente história do aposentado Ananias da Silva, 75 anos, que recolhia materiais jogados no lixo para construir uma casa, mostrada aos eitores do Hoje há um ano na série Sua Rua, será exibida no quadro Lar Doce Lar, do Programa Caldeirão do Huck, da Rede Globo de televisão. Ontem o  presentador Luciano Huck desembarcou em Foz do Iguaçu e, após chegar a Cascavel, gravou as cenas na Rua Cabo Alberto Bernardini de Aragão, no Bairro Santa Felicidade.

 
Dos seis filhos do aposentado, apenas dois vivem com ele em uma estrutura humilde, de tijolos a vista e rodeada de árvores gigantescas. Os outros quatro são menores de idade e estão no Recanto da Criança, por decisão da Vara da Infância e Juventude. Foi a filha de 16 anos, Priscila da Silva, quem escreveu a carta ao programa.
Para ganhar a reconstrução da casa, a família de Ananias teve que passar por algumas provas, que foram feitas com as crianças que
vivem no abrigo, no Bairro Recanto Tropical. Em seguida, a família foi levada para outra cidade, onde deve permanecer até que a nova
casa fique pronta.
Filho de mineiros, Ananias viveu 28 anos em nove estados diferentes até chegar à Amazônia, onde pegou malária e febre amarela.
Recuperado, veio a Cascavel. Trabalhou fazendo a tubulação de água do Bairro Alto Alegre até o Bairro Floresta. Ele sobrevive apenas com uma aposentadoria e para aumentar a casa onde mora decidiu começar a recolher do lixo os materiais desperdiçados pelas grandes construtoras.
Os vizinhos acompanharam emocionados a visita e a possibilidade de a família Silva ficar novamente unida, com a construção de uma moradia adequada.
“Ajudei a criar os filhos do Ananias, quando vi que era verdade agradeci a Jesus. Não aguentava ver o sofrimento da família, finalmente terão uma casa de verdade”, afirma a aposentada Maria Carneiro de Freitas.
No quintal ele cria porcos, galinhas e patos. Ananias não fica parado. Quando não está envolvido com a obra, que já dura dois
anos, está embrenhado na mata do vale onde mora há três décadas, perto do Rio Coati Chico, considerado um dos maiores afluentes
da cidade e também o mais poluído. Um mês antes da confirmação da participação no Lar Doce Lar, da Rede Globo, a reportagem
do Hoje esteve na casa de Ananias, que estava animado com a visita dos produtores do Rio de Janeiro. “Vieram uns homens grandes, todos de ternos. Filmaram minha casa e falaram comigo, parece que eram da Globo. Quero terminar minha casinha, fico indignado com o tanto de material bom que jogam fora, logo termino”, disse Ananias.

Fonte: Jornal Hoje