Cascavel, Domingo, 17 de novembro de 2019

Colunas

Página 13

Jairo Eduardo

Jairo Eduardo Jornalista, criador e editor do Pitoco e cronista na Rádio Colmeia e Radio T. Interaja com o editor: pitoco@pitoco.com.br. WhatsApp:
45 99113 1313

Pimentão verde

Pitoco completa 22 anos tentando entender a sedutora faixa de oferta no supermercado

Publicado em: 25/01/2019

Neste 27 de janeiro completamos 22 verões de notícias acaloradas no Pitoco. A edição 01 circulou em um 27 de janeiro do distante 1997, portanto, no milênio passado.

Enquanto as profecias não se cumprem e a imprensa escrita segue em frente, vamos tentando entender outras plataformas, as digitais.

Muitos pretensos influencers tentam decifrar a cabeça do internauta para obter novos likes, novos seguidores. O que faz a cabeça desta gente das telas frias e multicoloridas?

Que conteúdos querem ver postados, a ponto de leva-los a apertar um botão do celular e passarem a acompanhar determinada página na rede social?

Fiz uma experiência despretensiosa. Postei um erro. O funcionário do supermercado, ao invés de escrever “pimentão verde” na faixa da oferta, escreveu “pimtão verde”.

A foto foi do celular para a página do Pitoco no Facebook. Incrível: centenas de comentários, mais de 1,5 mil compartilhamentos, mais de 300 mil pessoas alcançadas.

Então passei a entender melhor o que o dermatologista Joir Oliveira, um notório especialista em rede social, queria dizer quando me ensinava a usar a plataforma.

“Postar coisas leves, bobagens divertidas, futilidades do dia a dia, é o segredo do sucesso”, prescrevia o doutor. Se do limão se faz uma limonada, do pimentão se faz uma salada bem sortida, com muita gente se divertindo e marcando outras.

Como a Tere Campagnaro, que resumiu assim a história do “Pimentão”:  “Se verde já é pimtão, imaginem quando estiver maduro”. Várias carinhas (emogis) sorriram para a Tere na área de comentários.

Ao aniversariante de tantos latidos ficou a reflexão: o que os leitores realmente esperam em uma página de jornalismo?

Quando imaginamos saber todas as respostas, mudam as perguntas. Vamos em frente. Talvez um pouco mais de pimenta no noticiário satisfaça o paladar de nossos exigentes leitores.

Meu agradecimento por nos acompanhar até aqui. Abraço e apimentado 2019.