Cascavel, Quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Colunas

Página 13

Jairo Eduardo

Jairo Eduardo Jornalista, criador e editor do Pitoco e cronista na Rádio Colmeia e Radio T. Interaja com o editor: pitoco@pitoco.com.br. WhatsApp:
45 99113 1313

Precisamos falar sobre

Por que os gestores das melhores escolas não recebem sequer uma ligação telefônica de reconhecimento?

Publicado em: 23/11/2018

Percebo que há uma cultura de resistência nas redes municipais de ensino como um todo – Cascavel inclusa – em publicizar os resultados do Ideb, índice que avalia o desempenho dos alunos.

Aqui, nesta revista, edição de outubro, trouxemos em reportagem de capa o desempenho da escola de Serranópolis do Iguaçu. É a segunda melhor do Brasil, primeira no Paraná.

As comparações são inevitáveis, mesmo que possam nos constranger. Se a escola de um pequeno município pode chegar à nota 8,7, outras, de orçamentos multimilionários, também podem.

Ouvi, um tanto surpreso, que não se enfatiza muito o resultado do Ideb por aqui para evitar o estímulo a uma competição entre as escolas. Com todo respeito, se houver uma competição pelas melhores notas, só quem ganha é a educação. Por uma razão simples: trata-se de estimular uma competição positiva, em que as pessoas são levadas a dar o melhor de si por uma boa causa.

Em Foz do Iguaçu, o então prefeito Paulo Mac Donald colocou três escolas entre as 10 melhores do Brasil no Ideb. E o fez como? Estimulando a competição positiva e premiando por meritocracia. Premiou da zeladora a diretora das escolas com melhores índices,  adicionando nos contracheques o 14º e o 15º salário.

Não podemos nos satisfazer com nota 6. Nota 6 é mediano, palavrinha pertinho do medíocre.  Precisamos avançar mais. Muito mais

Na maioria dos municípios de nossa região, não acontece sequer uma prosaica ligação telefônica dos gestores parabenizando os integrantes das escolas de melhor desempenho.

Não quero ser mais um a ignorar aqueles que foram além do esperado. Aqueles que não aceitam o “mais ou menos”, o regular, o médio.

Por essa razão parabenizo neste texto a direção, professores, funcionários e toda a comunidade escolar das três melhores escolas de Cascavel no Ideb: Escola Maria Montessori (nota 7,6), Hercoles Bosquirolli (7,6) e Escola Emilia Galafassi (7,5).  

Em tempo: Alô, prefeitos, educação dá voto quando desce do palanque e sai de chavões como “prioridade absoluta” e vem para a prática. Paulo Mac Donald (veja reportagem na página 28), mesmo impedido legalmente de disputar a Prefeitura de Foz do Iguaçu em 2016, foi o mais votado com quase 60 mil votos.