Cascavel, Segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Colunas

Contabilidade

Paulo César da Silva

CRCPR 022676/O-3 Contador, especialista em gestão empresarial, MBA em planejamento tributário e diretor do Centro Contábil Consultoria. Fone: 3305-7070

DIRPF 2017: hora de prestar contas

O recomendável é confiar o cumprimento desta obrigação a um contador experiente

Publicado em: 17/05/2017

Agende esta data: este ano o prazo para a entrega da DIRPF - Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda – Pessoa Física inicia a partir do dia 02 de março e termina no dia 28 de abril, impreterivelmente as 20 horas.

Estão obrigados a declarar os
contribuintes que em 2016:
a) receberam rendimentos tributáveis, superiores a R$ 28.123,91;
b) auferiram ganho de capital na venda de bens ou direitos;
c) receberam rendimentos não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, acima de R$ 40.000,00;
d) obtiveram receita bruta superior a R$ 140.619,55 provenientes a atividade rural;
e) mantiveram bens e direitos em seu patrimônio acima de R$ 300.000,00;
f) venderam imóveis e se utilizaram da isenção sobre o ganho de capital pela aplicação do valor na aquisição de outro imóvel;
g) operaram em bolsas de valores, mercadorias, futuros ou assemelhadas;
i) se enquadraram em outras situações que podem ser consultadas no endereço www.receita.fazenda.gov.br/

Limites de dedução:
Da mesma forma que a tabela de cálculo do imposto de renda, os valores dos limites para abatimento também sofrem reajuste a cada ano.
Na DIRPF 2017 o valor máximo de dedução com despesas para educação está fixado em R$ 3.561,50 e o abatimento por dependente está limitado a R$ 2.275,08, sendo obrigatório a informação dos seus rendimentos, se houver.
Por falar em dependente é bom lembrar que a partir dos 12 anos de idade ele já deve ser inscrito no CPF para ser relacionado na declaração. As despesas com saúde não tem limites, mas aí está o maior vilão da malha fiscal.

Organize seus documentos:
Separe seus informes de rendimentos financeiros e demais fontes pagadoras com antecedência, da mesma forma que as despesas dedutíveis como por exemplo: os relatórios anuais dos planos de saúde e previdência privada, despesas médicas e odontológicas.
Se você comprou ou vendeu algum bem móvel ou imóvel, guarde cópias dos comprovantes das transações para prestar a informação correta na declaração.

Esteja entre os primeiros:
Para os contribuintes que têm direito a devolução de parte do imposto pago, é bom lembrar que quanto mais cedo entregar a declaração, mais rápido receberá o valor da sua restituição, mas normalmente, recebem prioritariamente nos primeiros lotes de restituição: os idosos e os portadores de deficiência ou de doenças graves.

Não vacile na hora H
Diante da complexa legislação fiscal que rege o sistema tributário no país, o recomendável é confiar o cumprimento desta importante obrigação a um contador experiente que poderá dar todo o suporte e segurança ao contribuinte do imposto de renda.