Cascavel, Terça-feira, 16 de outubro de 2018

Cartas

Enviada por: Ubirajara Tamatia
Postada em 10/11/2010
Caro Sr. Jairo
Venho respeitosamente colocar a minha opinião sobre a excomunhão:

Eu fiquei com vergonha de ser católico! Se o tal Bispo Sobrinho é contra o aborto e excomungou todos, da mãe até os médicos e zeladoras do hospital, vá lá! Agora o principal que é o estuprador, este ele não excomungou. Talvez ele siga o exemplo de não excomungar os padres e bispos pedófilos que é a orientação da Igreja. Daí a conclusão que : - Relações homossexuais forçadas com crianças, alunos e outros pode, e engravidar crianças que nem os órgão reprodutores estão prontos pode. Abortar o fruto de crime não pode. Que vergonha! Atentado violento ao pudor com meninos pode, atentado violento ao pudor com menores de 14 anos pode, mas falar mal da igreja e abortar para salvar vida é excomungado! Imaginem vocês este dom José Cardoso Sobrinho, nos tempos da inquisição?Torturar pode , matar não. Pergunto se já reviram a atitude do Papa Pio que nada fez para o holocausto dos Judeus da 2 guerra. Galileu Galilei,Voltaire, só para citar os famosos. Junta agora o médico Sergio Cabral e sua equipe da Maternidade Cisam, da Universidade de Pernambuco, no Recife. Interessante que perante as sociedades os abusos sexuais , inclusive dos padres , são crimes perante as leis dos homens e o aborto está previsto a legislação autorizar o aborto em vítimas de estupro até a 20ª semana de gravidez, sem autorização judicial.Só me falta um Bispo negar o holocausto e complicar a vida do Bento XVI . O que? O bispo britânico Richard Williamson já fez isso? E logo depois que tinha retirado a excomunhão das costas dele?Pelo menos ele não é mais bispo e foi expulso. Não?Aí! Que vergonha de ser católico!

Gostaria de colocar meu Blog a disposição:
http://comendadortamatia.blogspot.com/

Saudações Imortais.

Comendador Ubirajara Tamatia 
Enviada por: Padre Zico
Postada em 10/11/2010
Padre Zico sugere plebiscito do domingo

"Cascavel não pertence

a um pequeno grupo.

Cascavel é de todos"


JAIRO, DE FATO ESPERO QUE ESTA SEJA UMA VERDADE.


Que realmente Cascavel não seja dominada por um pequeno grupo. É preciso que nos importemos com o lazer, o descanço, a convivência das famílias; se o filho terá pelo menos um dia da semana para estar reunido com seus pais e irmãos e quem sabe amigos.


Muitos, como exemplo, citam cidades (e vejam a violência destas) que funcionam aos domingos. Convido estes a alargar o olhar e vislumbrar-se com a realidade européia, continente onde a prosperidade é sem dúvida considerável. Lá o comércio não abre nos fins de semana e inclusive nos dias de semana, grande parte fecha para o almoço (das 13:00 ás 15:00).


SUGIRO QUE SE FAÇA UM PLEBISCITO ENTRE OS TRABALHADORES. ASSIM DE FATO A DECISÀO NÀO SERÁ DE UM PEQUENO GRUGPO.


Abraço e que Deus o abençoe! 
Enviada por: Alexandre
Postada em 10/11/2010

Caro Jairo


Perceba que na carta do Dietrich ao Ladrão:


........ Tem também o Fome Zero e o Bolsa-Família - imaginei que os assaltantes fossem dar um tempo ficando em casa, recebendo esses benefícios..................................


Dá margem a interpretação desta frase......

quem recebe os beneficios são ladrões, ou quem fica em casa é vagabundo e os ladrões estão indo aa luta?
Vale a pena perder o amigo e não perder a piada??????
Comente por favor



Um Abraço

Alexandre 
Enviada por: Crystian Fernandes
Postada em 10/11/2010
OLÁ JAIRO!!!MESMO ESTANDO DE FÉRIAS NA FAG NOSSOS SHOWS NÃO PARAM;NESTA SEXTA ESTAREMOS EM NOVA LARANJEIRAS NA INAUGURAÇÃO DE UMA CEREALISTA ,E DIA 31/01 ESTAREMOS EM CIANORTE NO ANIVERSÁRIO DE UMA EMPRESA DE VESTUÁRIO,ESTAREMOS NO PALCO COM O PADRE "FÁBIO DE MELO" SUCESSO EM TODO BRASIL!!!
ABRAÇOS...

www.fag.edu.br/violacaipira

Crystian Fernandes
(045) 9962-0809/3223-3999  
Enviada por: Alvaro Dias
Postada em 10/11/2010

Prezado Jairo Eduardo,

Votei contra a PEC que aumentou o numero de vereadores, aprovada numa madrugada pelo Senado.Desagradei amigos e correligionários,mas votei contra.Essa proposta não é do Senado.È da Câmara. Aqui no senado tramita apenas a minha proposta,que é de reduzir e não aumentar,o número de parlamentares no Brasil.O que pretendo e a reorganização do Legislativos com o seu enxugamento,desde o Senado,passando pela Câmara Federal e as Assembléias Legislativas e Câmaras de Vereadores em todo o pais.O Senado recebeu a PEC dos Vereadores,uma herança maldita,da Câmara e não resistiu a pressão.Embarcou no oportunismo dos deputados e cometeu erro histórico.Ficou com o desgaste e a vergonha.Veja abaixo como votaram os Senadores.
Agradeço o envio da mensagem e mando o meu fraternal abraço.

Alvaro Dias

www.senadoralvarodias.com
Blog: www.blogalvarodias.com 
Enviada por: Olga Bongiovanni
Postada em 10/11/2010
Jairo, hoje fiquei feliz em rever Bindé.

Há muitos anos queria saber onde ndava e como estava.
Fomos colegas na Rádio e tenho boas lembranças de nossas lutas, que aliás, veja vc, apesar de tantos anos, continuam as mesmas.
Bjs
Olga Bongiovanni
Enviada por: Roberto Kaefer
Postada em 10/11/2010

Não é verdade a informação de que houve eliminações de 6 milhões de pintos. Quando se reduz alojamento não se incuba , por isto o o dito "foram eleminados tantos milhões de pintos" está incorreto. Na verdade não foi incubado e eleminado os ovos que vão pra industrialização. Ou seja se faz ovos em pó ou pasteurizado usado na fabrica de massas e doces biscoitos etc.
att

Roberto Kaefer 
Enviada por: Alvaro Dias
Postada em 10/11/2010
Grato pelo incentivo. Permita-me destacar a importância desta iniciativa do Site Congresso em Foco, porque o Poder Legislativo tem sido achincalhado, até com justificadas razões. Alguns escândalos que começaram pela Câmara, no período do "mensalão", e acabaram chegando ao Senado têm comprometido a imagem do Legislativo. Essa iniciativa do Congresso em Foco, que é um veículo de comunicação especializado em dar cobertura ao trabalho do Congresso, é uma promoção que valoriza a instituição e possibilita às pessoas distinguir os parlamentares, separar o joio do trigo. Fico muito feliz por, pela segunda vez em três edições, ter conquistado o primeiro lugar. Quero agradecer a todos,mas principalmente, ao Paraná pelos votos que me honraram com esse primeiro lugar.
Fraterno abraço,

Alvaro Dias  
Enviada por: Hylo Bresolin
Postada em 10/11/2010
Jairo Eduardo e equipe da Revista Aldeia e Pitoco
Agradecemos a generosidade dos amigos, a grata homenagem recebida, que nos honra e sensibiliza, marcando um momento verdadeiramente significativo em nossa vida.
O gesto que nos comoveu, também estimula e nos impele a continuar.
Com votos de renovado sucesso na vossa importante missão de bem informar,
Cordialmente,

Hylo Bresolin 
Enviada por: Antonio Carlos S. Kuhn
Postada em 10/11/2010
PREZADO JAIRO

Parabéns pelo editorial "PROCURADO", pois realmente o Requião conseguiu fazer Cascavel voltar ao tempo da pistolagem, por não cumprir o que a lei diz e a justiça já determinou (várias reintegrações de posse autorizadas pelo Conselho da Magistratura).

O não cumprimento de leis, a impunidade e o descumprimento de ordens judiciais, causam a insegurança jurídica e social no campo e na cidade.

Um abraço,
Antonio Carlos S. Kuhn 
Enviada por: Luis Carlos Marcon
Postada em 10/11/2010
Minha reclamação

É necessário um pouco mais de responsabilidade com este tipo de matéria. Pois, ao meu conceito, ela é altamente discriminatória. Afinal de contas quem é este gordinho? É preciso dar nome ao viado!
Se você não agir assim, certamente todos os gordinhos (entre eles, este modesto escriba) serão suspeitos. E é bom que fique registrado. Eu sou igualzinho o Requião. Minha porção feminina é sapatão.
Para finalizar. Interessante a informação do membro (sem trocadilhos, por favor) da igreja. Em especial aquela em que ele informa que na sessão de descarrego, ele(o boiola) quase desmaiou porque o encosto não queria sair. Eu já conhecia diversos adjetivos chulos pro negócio. Cacete, vara,caralho, entre outros tantos. Encosto é a primeira vez. E se rapaz que cede a cauda desmaiou porque o encosto não queria sair, fico imaginando o tamanho do baita. Arra, sô!!!
É isso!

Luis Carlos Marcon