Cascavel, Sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Cartas

Enviada por: Rodrigo Tesser, assinante Pitoco
Postada em 30/05/2017

“O Fernando Gabeira não foi trocado pelo embaixador. O Fernando Gabeira sequestrou o embaixador. Os trocados foram muitos, entre eles o José Dirceu. Mas não o Gabeira”.
 

Enviada por: Marcelo Navarro | Advogado - OAB PR 37.418
Postada em 30/05/2017


“A Constituição traz 134 direitos e 134 deveres uma vez que a todo direito corresponde um dever e vice versa. Não podemos achar que, pela escolha semântica dos constituintes em utilizar mais largamente a palavra “direito”, não se vai ter uma contrapartida do cidadão”.
 

 

Enviada por: Marcelo Navarro | Advogado - OAB PR 37.418
Postada em 26/05/2017

Na matéria The end “Nenhum direito a menos”, bradam os quero-queros. Se depender da Constituição, fi quem tranquilos. Lá a palavra “direito” está grafada 130 vezes. A palavra “dever”, aparece quatro vezes.
 
Equivoca-se este entendimento. A Constituição traz 134 direitos e 134 deveres uma vez que  a todo direito corresponde um dever e vice versa. Não podemos achar que, pela escolha semântica dos constituintes em utilizar mais largamente a palavra "direito", não se vai ter uma contrapartida do cidadão. 

Enviada por: celso tissiani
Postada em 20/11/2016
 Na materia: Longa cauda... o Edson Vasconcelos diz:  O caminho é ramificar para o Mato Grosso e conceder o trecho inteiro até o Porto. Não seria o caso de quebrar o gargalo de Guarapuava para frente antes, já que uma carga de frango demora uma semana para chegar ao porto?
Enviada por: ARNILDO CARLOS PERUFFO
Postada em 07/11/2016
 Boa noite Jairo,

Você deve saber assino o Pitoco há anos...

Sempre leio até as propagandas, mas  o do dia 04-11 nº 2025 em especial,  chamou muito a atenção, pois tudo esta muito bom...perfeito.

 

Não pude  deixar passar em branco.

 

Prefeito de mãos atadas...  ( Sr. prefeito não esqueça da Joane)

Editorial...

Falou & Disse..

Ação Relâmpago...

Ecumenismo Jornalístico...

Enfim como já falei...  TUDO.

Ocupe-se o item sete...esta frase deveria estar na direção de todos os colégios do Brasil, e na cabeça de todo o bom mestre.

PARABÉNS!!!

Enviada por: Joel Pedrine
Postada em 22/09/2016

AO PITOCO FAKE!

ALÔ, ALÔ, TERRA, CASCAVEL!

Caro Pitoco. Sou do planeta Marte, meu nome é Kaskav Noburaku Cvotamal, e como a maioria dos marcianos, leitor assíduo do Pitoco. Não sei se sabia, mas todos os marcianos tem rabo, e quando um cidadão “apronta” alguma aqui, o castigo é ficar preso pelo rabo a um ou mais “contraventores”, por 1 ou mais dias, dependendo da contravenção. Então, imagine a alegria de nosso povo, quando chega o “sem rabo preso com ninguém”. É meio que um grito com gostinho de liberdade, ao estilo “isso pode”.

Lendo a matéria de ontem, sob o título «O panfletão dos Destemidos», que acusa dois candidatos a prefeito, iniciou um debate na sala de aula que se estendeu pelo planeta, e resolvemos pedir a ajuda de vocês.

Pelo que lemos no Pitoco, um professor, tentou resolver a questão dizendo: “Ao invés de questionarem a regularidade ou não do referido jornal, venham a público esclarecer se os fatos divulgados pelo jornal são verdadeiros ou não. Não prestar tais esclarecimentos é confessar que tais fatos são verdadeiros e é inútil tentar escondê-los”.

Aqui em Marte, todo cidadão aprende cedo a conhecer as leis que regem uma cidade ou um país, e é o professor que tem sobre sí a incumbência de ensinar estes futuros cidadãos. Se ele pleiteia um cargo político, como governar sobre uma cidade, deve dar o exemplo a todos cumprindo as leis, pois se assim não o fizer, nós marcianos, entendemos que ele mergulhará a cidade num caos desgovernado, já que não pode esperar que os cidadãos façam o que ele não faz. Então perguntamos aos nossos amigos terráqueos Cascavelenses. Estamos errados em pensar assim?

O professor aí da cidade de vocês, está ensinando que um veículo de informação pode circular sem cumprir as leis para tal. Em nosso planeta, seria o mesmo que dizer que pouco importa se o professor tem ou não a formação necessária para dar aulas, desde que o que ele ensina, creia estar certo. Então imaginamos o que seria de nós, se como povo, adotássemos esta premissa para médicos, advogados, juízes, etc, etc, etc. Não seria o caos? Estamos errados em pensar assim?

Nos parece que o planeta de vocês, e particularmente o país que vocês moram, estão num estado de corrupção que assusta toda a galáxia, exatamente porque os líderes de vocês, não respeitam as leis em que deveriam ser exemplos. Então, acreditamos que nosso planeta logo estaria num estado de corrupção igual ao de vocês, se tivéssemos alguém com tal pensamento no poder. Estamos errados em pensar assim?

O panfleto que o Pitoco comenta, foi apreendido, porque é ilegal, e é apócrifo. Bom, não sei no seu planeta, mas apócrifo para nós, é quando tanto OS AUTORES, quanto AS INFORMAÇÕES NÃO SÃO CONFIÁVEIS, e então aqui em Marte ninguém precisa se defender deste tipo de acusação, já que uma acusação feita de forma ilegal, não pode ser “legalizada”. Na verdade, são punidos os que levantam estas acusações. Estamos errados em pensar assim? O jornal foi distribuído, “protegido pelo manto escuro da madrugada”, mas se o autor e as informações fossem verídicas, porque fariam desta forma? Se algo parecido acontecesse aqui, a resposta para nós seria simples. Os autores não queriam ser descobertos, porque estariam cientes de que estão agindo ilegalmente, isto tornaria o ato ainda mais sujo, UM CRIME, e com dolo. E nem sei qual seria a sentença, mas certamente seriam muitos rabos amarrados e por muitos e muitos dias. ESTAMOS ERRADOS EM PENSAR DESTA FORMA?

Querido editor do Pitoco, poderia fazer chegar esta nossa pergunta aos nossos amigos terráqueos Cascavelenses?

Joel Pedrine
Londrina / PR

 

Enviada por: ABRELPE – Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais
Postada em 27/07/2016
 ABRELPE – Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais esclarece que sempre agiu com respeito às leis e em prol da melhoria das condições ambientais, tendo uma atuação estritamente focada nas iniciativas que contribuam para aprimorar a gestão dos resíduos sólidos no Brasil. A entidade repudia a forma como foi citada na matéria, que além de leviana é totalmente desprovida de qualquer fundamento de veracidade. 

ABRELPE
Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais
Enviada por: Roberto Maffessoni
Postada em 15/07/2016
 
Bom dia. Li o editorial do Pitoco, a respeito de que eu falei e não foi bem isto que falei, acho que faltou colocar o principal que respondi ao editor. Eu disse: Hipocrisia total, o Brasil não tem condições de ter pista dupla, com tudo que roubaram, não há dinheiro para investimentos, e quando o tem, usam de maneira hipócrita. Ao invés de DUPLICAR o trecho da BR163, entre Cascavel e Santa Maria, (desnescessária) com o CUSTO deste trecho poderiam FAZER AS TERCEIRAS PISTAS, ou PISTA ADICIONAL, entre Santa Maria e Capitão, pois voce não anda. 2 horas para um trecho de 60Km, é um INFERNO ir para SC ou RS. As estradas estão um lixo, (esburacadas, sem sinalização, sem faixa, muitas curvas, muitos acidentes), se resolvessem investir para o bem dos centenas de motoristas que morrem neste trecho, só fazendo a terceira pista. seria um sonho.
Obrigado.
Roberto Maffessoni.
   
Enviada por: Valmor Lemainski
Postada em 21/06/2016
 “Os deputados começaram a falar, um por um, entre às 09h30 e 11 horas (uma hora e meia), repetindo o que os anteriores já haviam dito. Depois da fala, exibiram um filme sem proposição alguma, pura demagogia... Eu acreditava que teriam vindo para ouvir nossas posições. Ficaram comigo as dúvidas e sugestões que desejava propor... Uma vergonha!”
 
 (Valmor Lemainski, sobre o “abaixa ou acaba” com outro nome, Frente Parlamentar contra a Prorrogação do Pedágio).
 
Enviada por: Carlos Eduardo
Postada em 29/05/2016
 Bom dia Jairo
 
Sou Carlos Eduardo, de Foz do Iguaçu. Ouço todas as manhãs o jornal da T e o momento
que mais aguardo do jornal é a sua participação.
Parabéns pelo seu trabalho desempenhados em favor do povo, lindas e sábias palavras
bem colocadas, cada uma delas. Deus abençoe sua vida, bom dia.
Enviada por: Roberto Marin
Postada em 05/05/2016
 Jairo,
belo texto. Você usa o termo "marmita". Certo, para quem é do "norte". Eu, como cheguei ao PR na década de 1980, ficava assustando quando diziam "que iam pegar a marmita". No Rio Grande do Sul, nos grotões e também nas grandes cidades se diz pegar a VIANDA. Agora "bolear a perna" me remete a uma música nativa dos tempos do Brizola governador. "Amigo boleia a perna/ puxe o banco e vá sentando/enquanto a chaleira chia/o amargo vai cevando".
Um abraço,
Roberto Marin

Enviada por: Cleudes Maria Sbardelotto
Postada em 24/08/2015
 Bom dia, Jairo Eduardo...amigo de tantos anos!
Embora não tenhamos tido contato tão estreito, continuo a te admirar, bem
como seu trabalho, suas opiniões e críticas.
Parabéns pela autenticidade e pela postura diante dos fatos!
Poucos são os que se mantém fiéis às suas opiniões, em se tratando de mídia!
Continue fazendo sucesso, preserve sempre o bom humor, a inteligência e a
sutileza para escrever os fatos que são notícia!
Parabéns a vc e ao respeitável Pitoco, pela bela trajetória de sucesso.

Cleudes Maria Sbardelotto
Poder Legislativo de Santa Helena