Cascavel, Quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Pitoco

Pitoco
Conheça nossa Equipe

 Conheça a história jornal 

 

O filhote
O Pitoco nasceu em 27 de janeiro de 1997. Foi o primeiro periódico jornalístico no formato newsletter, em um cenário pré-internet, de poucos veículos e mídia concentrada nas mãos de poucos.


A concepção do projeto: produto jornalístico com baixo custo de produção, focado na cobertura local (notícias só de Cascavel), logística inteligente (circulação nos pontos de repercussão) e informação resumida ao essencial com pitadas de bom humor.


Liberdade de impressão
No primeiro ano de atuação, adquiriu um duplicador digital para imprimir o newsletter com circulação três vezes por semana (segundas, quartas e sextas).


O Pitoco nasceu na redação da Clipping News Agência de Notícias, empresa fundada pelos jornalistas Jairo Eduardo Fabrício Lemos e Antonio Santos da Luz.


Clipping News
A agência foi fundada em 1993 com intuito de terceirizar o serviço de assessoria de imprensa. Foi a primeira de Cascavel a atuar especificamente no ramo.


A empresa ofereceu ao Pitoco toda a estrutura necessária, com redação informatizada (um avanço para a época) carros de reportagem e sede no centro de Cascavel. Reforçaram a equipe logo após a fundação o “seo” Jairo Fabricio Lemos e Laidir Dalberto, administradora da empresa.


1º na net
O Pitoco foi o primeiro órgão da imprensa escrita de Cascavel com site na internet, e por muito tempo foi o único produto jornalístico cascavelense na rede mundial de computadores. Em parcerias com emissoras de rádio, obteve espaço para divulgar suas notícias em programas populares de rádio.


Nasce o mascote
O jornal foi popularizado na televisão através de um mascote. O cachorrinho do Pitoco atuou no programa Olga Bongiovani (Tarobá), onde ganhou fãs entre as crianças.


O Pitoco abriu caminhos para outros informativos em Cascavel. Após seu surgimento, nasceram várias publicações assemelhadas, como o “Via Fax”, “Raio X”, “Fura Bolo”, “Abelhudo” e “Guizo”.


Rabo curto
Seu slogan, (Sem Rabo Preso com Ninguém) e seu perfil lacônico fizeram do Pitoco um campeão de leitura em Cascavel, com média pesquisada e comprovada de 9,6 leitores por exemplar, perfazendo mais de 30 mil leitores na cidade e no planeta (através da internet).


Projetos
A trajetória do Pitoco é marcada por estreitas relações com a comunidade, notadamente com a educação e o meio ambiente. Assim surgiram projetos como o “Assinante Verde” e o “Amigo da Escola”.


Também da redação do newsletter, surgiram iniciativas que perduram até os dias atuais, como #PitocoFuturo (estímulo ao surgimento de novos leitores crítico-construtivos) Solariza Cascavel (de cunho ambiental, estimulando energias limpas e renováveis) e Desapega dos Privilégios, voltado para a honesta, austera e respeitosa aplicação dos recursos públicos.


20 anos
Simpático, irreverente, influente, engajado nas causas da comunidade e atrevido. Esta é a marca do jornal Pitoco, que neste  dia 27 de janeiro de 2017 completa 20 anos de circulação.


Sem focinheira, o jornal construiu uma trajetória ímpar no jornalismo cascavelense, driblando as "coleiras" que são ofertadas pelos donos do poder e mantendo-se independente, crítico-construtivo, exigente, imprevisível e combativo.