Cascavel, Quinta-feira, 26 de abril de 2018

Leia mais

Peão do Calçadão

Inspirado no Papa Francisco, empresário difunde o valor da simplicidade

Vilmar Mello é figura carimbada no Calçadão da Avenida Brasil, em Cascavel. Quem o vê com o mesmo uniforme dos funcionários, catando  no chão o guardanapo de papel que o vento levou, não imagina que ali está um dos empreendedores mais bem sucedidos da gastronomia cascavelense.

Por simbolizar o perfil de quem manteve em seu patrimônio um valor raro entre os vencedores, a humildade, o Pitoco recolheu um depoimento em primeira pessoa do pasteleiro que virou patrão, mas que nunca perdeu o jeitão de peão do Calçadão.

Ele fala da resposta rápida que a população deu à reformulação do centro e sobre seu jeito peculiar de conduzir os negócios da família.

“Eu gosto é disso aqui”

O cascavelense respondeu bem ao investimento público feito no Calçadão. As pessoas voltaram a frequentar, ficou bonito. Só maquiagem não resolveria mais. Hoje temos um ambiente agradável, que lembra cidades europeias, com mesinhas na praça, espaço pensado para as pessoas. Dá orgulho de ser cascavelense. O movimento aumentou 50% , principalmente à noite.  

“Vale dizer que aqui as pessoas se sentem seguras. Veja quantas crianças, quantas famílias. A presença da Guarda Municipal reforçando a segurança é muito louvável.  Estou há quase 30 anos neste ponto. Quando cheguei, ainda tinha casinhas de madeira.

Com orgulho e satisfação, emprego 45 pessoas aqui. Toda minha família ajuda no atendimento, incluindo meus filhos adotivos. Para nós isso é uma missão.  Quando me perguntam por que estou varrendo o chão do Calçadão ou fritando um pastel, logo explico: a vida perderia a graça caso eu, mesmo obtendo estabilidade financeira no meu trabalho, um dia deixasse de fazer o que eu gosto.

“E eu gosto é disso aqui.  Meu espelho é o Papa Francisco. Sou fã dele porque ele não só prega a humildade e simplicidade, como pratica esses valores.  Desejo a todos um Feliz Natal e venturoso 2018.”
 Vilmar Mello