Cascavel, Sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Leia mais

Cascavel fibrada

Reposicionada no mercado, GTV joga pesado na internet

A rotina tem sido de trabalho duro para o executivo Edinho Gurgacz, da GTV. O reposicionamento da empresa em um dos mercados mais competitivos do planeta, tem exigido longas jornadas de trabalho.
A empresa fez um desenho em cruz no mapa de Cascavel. Está passando cabos de fibra ótica dos fundos do bairro Neva até o alto do Jardim Canadá, ao norte. E da região da Univel até o ponto da 277 que sedia o Show Rural Coopavel.
Já foram implantados mais de 100 quilômetros de fibra ótica, e outros 300 estão a caminho. A meta em uma primeira etapa são 500 quilômetros. É como esticar cabos de Cascavel a Curitiba.
O mundo vira muito rápido neste setor. Netflix e HBO acessado por streaming, para ficar em apenas dois exemplos, dão uma noção do que é atuar no ramo de TV por assinatura.
Sem dizer da pirataria generalizada “made in Paraguai”, que muitos de nós usamos sem pudor, mesmo ostentando o adesivo de apoio a Lava Jato em nossos carros.
Assim sendo, a GTV migra para o setor de infraestrutura para internet. Com fibra ótica de ponta a ponta, vai entregar o que todas as operadoras prometem, mas nem sempre entregam. “Se o cliente contratar 25 megas, vai receber 25 megas”, garante Edinho Gurgacz.